"Eu considero Guaraqueçaba um pequeno mundo dentro do mundo"
- Padre Mário Di Maria - (12/07/1974 - entrevista ao Jornal Diário do Paraná)

26 de maio de 2009

BIBLIOTECA EUGENIANO FERREIRA

por Zé Muniz
BIBLIOTECA EUGENIANO FERREIRA
*
Encontra-se na CASA DO FANDANGO DE GUARAQUEÇABA, o acervo do historiador José Carlos Muniz, o Zé Muniz, o mesmo que posta neste blog.
Eugeniano Ferreira - um grande historiador. Não possuía a dita academia como seu irmão Waldomiro Ferreira, que inclusive assina a autoria de alguns livros sobre Paranaguá, mas Eugeniano bem sabia do que falava e muito nos ocupava por horas contando belíssimas histórias sobre Guaraqueçaba. Que memória.
Sendo grande amigo e incentivador do pesquisador Zé Muniz, Eugeniano contava muitas histórias e como homenagem póstuma, o acervo de Zé Muniz foi batisado com seu nome: “Biblioteca Eugeniano Ferreira” e encontra-se disponível na CASA do FANDANGO, com livros, CDs, DVDs, além de pesquisa inédita sobre Guaraqueçaba.
Segue abaixo a relação disponível.
BIBLIOGRAFIA
ABREU. Aluízio Ferreira. Velas Pandas. Conselho Municipal de Cultura: Paranaguá, 1971.
ANDREONI. Aldo. Linha de navegação Iguape-Paranaguá. Departamento Hidroviário de São Paulo. São Paulo, 1981. (cópia).
ANJOS, Luiz. Gralha Azul: biologia e conservação. Curitiba: Companhia de seguros Gralha Azul, 1995.
AGUIAR. Carlos Roberto Zanello. Fandango do Paraná Olhares. Curitiba: 2005. ALVAR, Julio. A arte das tradições populares. Curitiba: UFPR, 1996.
Antologia ilustrada do folclore brasileiro – Estória e lendas de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. São Paulo: EDITORA EDIGRAF LTDA, 1962.
Antologia ilustrada do folclore brasileiro – Estória e lendas de Rio Grande do Sul. São Paulo: EDITORA EDIGRAF LTDA, 1963.
Antologia ilustrada do folclore brasileiro – Estória e lendas da Amazônia. São Paulo: EDITORA EDIGRAF LTDA, 1962.
Antologia ilustrada do folclore brasileiro – Estória e lendas de Goiás e Mato Grosso. São Paulo: EDITORA EDIGRAF LTDA, 1962.
Antologia ilustrada do folclore brasileiro – Estória e lendas de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. VOL. 01. São Paulo: EDITORA EDIGRAF LTDA, 1962.
Antologia ilustrada do folclore brasileiro – Estória e lendas de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. VOL. 02. São Paulo: EDITORA EDIGRAF LTDA, 1962.
APA DE GUARAQUEÇABA. Gestão Participativa na Apa de Guaraqueçaba. 2007. ASSOCIAÇÂO MANDICUÈRA. Fandango na escola.Curitiba: Secretaria de Estado da Cultura.
AZEVEDO. Fernando Correia. Fandango do Paraná. Cadernos do Folclore número 23. Rio de Janeiro: FUNARTE.
AZEVEDO. Fernando Correia. Aspectos folclóricos do Paraná. VOL. 01. Curitiba: CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA DE PARANAGUÀ, 1975.
AZEVEDO. Fernando Correia. Aspectos folclóricos do Paraná. VOL. 02. Curitiba: CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA DE PARANAGUÀ, 1975.
BASTOS, Cléverson. KELLER, Vicente. Introdução à metodologia científica. 12ª Ed. Editora Vozes: Rio de Janeiro, 1991.
BEHR. Miguel. Guarakessaba Paraná Brasil. São Paulo: EMPRESA DAS ARTES, 1997.
BEHR. Miguel. Homem e ambiente em Guarakessaba, Paraná. Passado, presente e futuro. Monografia Curso de Pós Graduação Ecologia Humana. PUC PR, 1992.
BELLO. João. Flo... Resta???. JB Promoções Humanas e Culturais S/C. Curitiba, 2004.
BOUTIN. Leônidas. Histórias paranaenses. Curitiba: 2003.
BRITO. Maria de Lourdes. Fandango de multirão. Curitiba: EDITORA GRÀFICA MILEART, 2003.
CÂMARA MUNICIPAL DE GUARAQUEÇABA. Constituição Municipal. 1990.
CÂMARA MUNICIPAL DE GUARAQUEÇABA. Lei Orgânica do Município. 2008.
CARNEIRO JR. Renato Augusto (org).Festas populares do Paraná. Cadernos da Gente. Vol. 02. Curitiba: SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA 2005.
CARVALHO. Irene Mello. Introdução aos Estudos Sociais. 9ª Ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1970.
CARVALHO. Izabel. Segredos de Superagui. Moradores de Superagui. IPE INSTITUTO DE PESQUISA ECOLOGICA: São Paulo.
CARVALHO. José Paulo Orsine. Visões do Lagamar. Cananéia: HAMMER GRAFICA E EDITORA, 2001. COMISSÂO PARANAENBSE DE Folclore. Boletim número 03. Curitiba: 1977.
CORREIA. Marco Fábio Maia. A pesca artesanal da tainha no litoral do Estado do Paraná. Curitiba: SECRETARIA DO ESTADO DA CULTURA, UFPR, 1993.
CORREIA. Marly Garcia. O Fandango que acompanha o barreado. Curitiba: MAX GRAFICA, 2002.
DIEGUES. Antônio Carlos. O olhar do pesquisador. Enciclopédia Caiçara. VOL. 01. São Paulo: HUCITEC/NUPAUB/CEC/USP, 2004.
DIEGUES. Antônio Carlos. O olhar estrangeiro. Enciclopédia Caiçara. VOL. 03. São Paulo: HUCITEC/NUPAUB/CEC/USP, 2005.
FARACO. Luis Nelson Stange. Litoral norte do Paraná. Curitiba: Oficina do impresso gráfica e impressora. FARIA, Enéas. SEBSTIANI, Silvio. Governadores do Paraná.Curitiba, 1997.
FENIANOS. Eduardo. Litoral do Paraná. Curitiba: UNIVERCIDADE, 2005.
GIFFONI. Maria. Danças folclóricas brasileiras. São Paulo: MELHORAMENTOS, 1973.
GUIA Turístico Informativo de Paranaguá. Paranaguá, 1962.
FAUSTO. Bóris. História do Brasil.11 ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.
FERNANDES, Carlos Renato. Ferrovia Paranaguá – Curitiba. Curitiba: HAMBURG GRÀFICA, 1999.
FERNANDES, José Loureiro. Congadas paranaenses. Curitiba: UFPR, 2002. FERRARINI, Sebastião. A escravidão negra na província do Paraná. Curitiba: Editora Lítero Técnica, 1971.
FERRARINI, Sebastião. Símbolos da República Federativa do Brasil e do estado do Paraná. Curitiba, 1976.
FERREIRA, Leonel Pires. Um amor que não se apaga. Curitiba: EDITORA SANTA MÕNICA, 1997.
FERREIRA. Manoel Rodrigues. História dos Irmãos Villas Boas. São Paulo, 1997.
FRANÇA. Apollo Taborda. Cantos ao litoral paranaense. Curitiba. 1987.
FREITAS. Waldomiro Ferreira. Tiradentes e os anseios da liberdade. Conselho Municipal de Cultura. Paranaguá: 1976.
FREITAS. Waldomiro Ferreira. Aspectos históricos e turísticos de Paranaguá. Fundação de Cultura de Paranaguá. Paranaguá: 1994.
FUNDAÇÃO DE CULTURA DE PARANAGUÁ. E agora? Projeto Onze. Paranaguá.
GLÉNISSON, Jean. Iniciação aos estudos históricos. 4 ed.1983.
GRAMANI. Daniela (org). Rabeca, o som inesperado. Curitiba: 2002.
HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
KARAM. Paulo Roberto. Domingos Nascimento Antologia &Biografia. Edição do autor: Curitiba. 1993.
KAVALERIDZE, Wladimir Cavallar. Nossos solos. Curitiba, 1977.
LACOMBE, Américo. CALMON, Pedro. Presidentes da República, símbolos, hinos e canções.
LANGOWISKI. Vera Beatriz. Contribuição para o estudo uso e costumes do praieiro do litoral de Paranaguá. Paranaguá: CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA. UFPR.
LEAL. Hermes. Quilombo uma aventura no Vão das Almas. São Paulo: Mercuryo, 1995.
LESSA. Paixão Cortez. Manual de danças gaúchas. Rio de Janeiro: IRMÂOS VITALE, 1968.
LIMA. Rossine Tavares. O folclore do litoral norte de São Paulo. Rio de Janeiro: MEC/SENAC/FUNARTE, 1981.
LISBOA. Henriqueta. Literatura oral para a infância e a juventude. Lendas contos e fábulas populares no Brasil. São Paulo: Editora Cultrix, 1968.
MARCHI. Lia. Tocadores homem, terra, música e cordas. Curitiba: OLARIA, 2002.
MARCHI, Lia. Tocadores Portugal – Brasil. Curitiba: OLARIA, 2006.
MARTINS. Romário. Ararapira limite a N.E com São Paulo. Livraria Econômica: Curitiba. (cópia)
MIRANDA. Nilson Cardoso. Contos, crônicas e poesias. Gráfica Shalom. Paranaguá: 2006.
MOTES, Maluquer. GARCIA, Pericot. A humanidade pré-histórica. Editorial. Verbo, 1971.
MUSEU DE FOLCLORE EDISON CARNEIRO. Folclore Paranaense. Caderno de exposição comemorativa do dia do folclore. Curitiba: FUNARTE, 1981.
NOVAK, Patrícia. DEA, Telma Suckow Leal. Fandango paranaense da Ilha dos Valadares. Curitiba: IMPRENSA OFICIAL, 2005.
PÁGINAS ESCOLHIDAS: símbolos discursos e comemorações. Curitiba: Imprensa Oficial, 2004.
PALHARES, José Mauro. Paraná aspectos da Geografia. 2 Ed. Foz do Iguaçú, 2001.
PINTO. Inami Custódio. Folclore no Paraná. Curitiba: SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA, 2006.
PRIMO. João. TerraMar. São Paulo: EDITORA GRÀFICOS BURTI, 1999.
RAVAZZANI, Carlos. Mata Atlântica – Atlantic Rain Florest. Curitiba: EDIBRAN, 1995.
RIO APA. Wilson. O povo do mar e dos ventos antigos – os vivos e os mortos. Editora Brasiliense. 1977.
RIO APA. Wilson. O santo da ilha na guerra dos mundos. II Vol. Editora Brasiliense. 1978.
RIO APA. Wilson. O último espia na história da fome – IV Vol. Secretaria de Estado da Cultura do Paraná. 1989.
RODERJAN. Roselys Vellozo. Folclore brasileiro Paraná. Rio de Janeiro: FUNARTE, 1981.
ROHR Júnior. João Alfredo. Normas para a cimentação de enterramentos arqueológicos e montagem de blocos-testemunha. Curitiba, 1970.
SALA DO ARTISTA POPULAR. Joãozinho Caldeira, Martinho dos Santos e Manoel dos Santos Cabral. Caderno de exposição. Curitiba: FUNARTE, 1985.
SCHERER. Emílio. William Michaud von Vevey (1829 – 1902). Separatabdruck aus “Acta tropica”, Bd. 17, Heft 4, 1960. 1960.
SEBRAE. GOVERNO DO PARANÁ. PARANÁ TURISMO. Guia Turístico do Litoral 2009.
SESC DA ESQUINA. Leminski. Pacote Poesia. Curitiba, 2007.
SILVA. Luiz Geraldo. Os pescadores na história do Brasil.Comissão Pastoral dos Pescadores. 1988. SILVA. Manuela Dreyer (org). As lendas na educação: estórias do Baixo Sul e do Recôncavo Baiano. Curitiba: Instituto GIA, 2008.
SLOCUM. Joshua. A viagem do Liberdade.São Paulo: EDITORA PLANETA DO BRASIL, 2005.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Cadernos do Litoral. Vol. 3. Curitiba: PROBIO, 2000.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Comunidades pesqueiras na APA de Guaraqueçaba Paraná: Uma caracterização sociocultural. Curitiba, 1997.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Almanaque Guaraqueçaba. Curitiba.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Cadernos do Litoral. Vol. 3. Curitiba: PROBIO, 2000.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Guaraqueçaba na palma da mão. Curitiba, 1994.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Guaraqueçaba nada acontece derrepente.Curitiba, 1994.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Guaraqueçaba Área de Proteção Ambiental. Vol I. Revelando o Espaço. 1994.
SPVS SOCIEDADE de PESQUISA em VIDA SELVAGEM. Guaraqueçaba na palma da mão. Curitiba, 1994.
STOLFI. Vitor. Vida Breve relatos de rua ou contos para sinais fechados. Santa Catarina. 2007.
STOLFI. Vitor. Vida Breve II. Santa Catarina.
TAVARES. Oziel Prado. Parnanguaridades: crônicas, ensaios, discursos, devaneios. Paranaguá: 2002.
THE NATURE CONSERVANCI. Campanha de conservação Brasil verde.
UFPR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Desenvolvimento sustentável em Guaraqueçaba. Caderno de Extensão. Curitiba, 1999.
VENET. Ilio. Precursores do progresso. Vol III. Gráfica e Editora Brasil. Paranaguá: 2006.
VERNALHA. Milton Miró. São Benedito o triste santo, padroeiro dos injustiçados. Editora Lítero Técnica: Paranaguá, 1987.
WACHOWICZ. Ruy Christowam. História do Paraná. 6 ed. Curitiba: Editora Gráfica Vicentina Ltda, 1988.
ZAMPIERON, João Vicente.
ZAMPIERON, Sônia. Os caminhos para a pós-graduação. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2004.
TEXTOS - PROJETOS - MONOGRAFIAS
ABREU. Aluizio. Os piratas de Superagui. Separata da Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá. Nº 3 – 1953.
ALMEIDA. Antônio Paulino. Separata do livro Memória histórica sobre Cananéia. São Paulo, 1966.
ASSOCIAÇÃO MANDICUÉRA. Terço Cantado. (apostila). Paranaguá.
BAZZO, Juliane. A festa da padroeira em Barra do Ararapira: reflexões sobre um território em movimento a partir de um evento religioso. 2009.
BOUTIN. Leônidas. Superagui. 1983. (texto digitado).
CARNEIRO, Newton. Guaraqueçaba, o comandante Slocum e a proeza do Barco Liberdade. Separata Revista Letras. Número 21/22. 1973/1974.
GRAMANI. Daniella. Memórias de um violeiro: reflexões sobre o fandango no Paraná. Monografia apresentada na FAP Faculdade de Artes do Paraná. Curitiba, 2004.
INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÀFICO DE PARANAGUÁ. Domingos Virgílio Nascimento. (texto digitado).
FORTES. Roberto. A Vila de Ararapira. Jornal Regional. Nº 787. 2008. (cópia).
MESQUITA. Rodrigo Lara. O Caiçara. Jornal o Estado de São Paulo. 1983. (cópia).
MOREIRA. Júlio. Separata do Livro Caminho das comarcas de Curitiba e Paranaguá. Imprensa Paranaense. Curitiba, 1975.
MUNIZ. José Hipólito Muniz. Calvário de uma vida. (texto digitado).
MUNIZ. José Hipólito. Um passado inesquecível. (texto digitado).
MURICY. José Candido da Silva. Viagem ao país dos Jesuitas. 1975. (cópia).
NOLKER. Padre Bernardo. Histórico da Paróquia de Guaraqueçaba. Separata da Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá. Nº 12. 1957.
O ESTADO DE SÃO PAULO. A cidade morre sob as patas de muitos búfalos. São Paulo. 1983.
PINTO. Inami Custódio. Folclore aspectos gerais. Editora IBPEX: Curitiba. (cópia).
REVISTA ÉPOCA. A cidade fantasma. Edição 132. 2000. (cópia do texto).
RODRIGUES. Maria Regina da Cunha. O Canal do Varadouro. Traço de união do litoral sul paulista com o norte paranaense. Separata da revista de História número 40. São Paulo, 1960.
ROCHA, Eliana. SCHOTTEN, Eduardo. O último Mestre da Bandeira: Ritual, Cultura e Tradição em Guaraqueçaba.
ROMELE. Fábio. Ararapira, a vila fantasma. 2006.
SIQUEIRA. Renato Pereira. Misticismo Caiçara no município de Guaraqueçaba.
STRAUBE. Fernando. Guará: origem histórica do vocábulo e formação de alguns toponômios paranaenses. Separata Boletim Instituto Histórico e Geográfico do Paraná. Vol L – Curitiba, 1999.
TAUNAY. Vicente. Superagui. Guilherme Michaud e seus desenhos. Sigwalt. O núcleo Superagui. Michaud, homem de real relevo. Separata do livro Céus e Terra do Brasil. Editora Melhoramentos.
TOURINHO. Luis Pereira. O milagre Domingos Nascimento. Separata Toiro Passante V - Tempo de república democrática. Curitiba, 1994.
UFPR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Caderno de artes e tradições populares. Museu de Arqueologia e Artes Populares. Paranaguá.
VERAX. O Império do Divino. Separata da Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá. Nº 7. 1955.
História que as famílias contam
Eldemam Scharman Xavier. Guaraqueçaba, 1997.
Ivonete. Guaraqueçaba, 1997.
Danielle da Silva. Guaraqueçaba, 1997.
HISTÓRIA DAS COMUNIDADES
1. Rio do Cedro – O passado e a atualidade de nossa comunidade. Elizabete Pinto. Elizete Rodrigues. Ivanilde Carmo.
2. Tibicanga. Andrieli das Dores. Andréia Miranda.
3. Superagui – História de um povo. Cleusa Sant’Ana. Creusa Gomes. Jair Araújo. Maria dos Santos. Marisa Ogawa. Vilma Neves.
4. Ipanema e Morato. Adélia Araújo. Lucinéia Reded. Vânia Luis.
5. Ilha das Peças. Adriana Martins. Lúcia Pinheiro. Regina Pereira. Rosalinda Engel.
6. Ilha Rasa. Adauto dos Santos. Diva Oliveira. Oromar Barbosa.
7. Costão. Áurea Ferreira. Jo´sé Lopes. Leodete Cordeiro. Oseli Silveira.
8. Tagaçaba – o caminho se faz caminhando. Arzeli Reded. Eunice Reded. Doralina Rita. Lenes Reded. Neide Antônio.
COLEÇÃO GRANDES PERSONAGENS DE NOSSA HISTÓRIA
1. Mapas Históricos Brasileiros. Abril Cultural.
COLEÇÃO TEXTOS E DOCUMENTOS
1. III - História Moderna. Adhemar Martins Marques. Flávio Costa Berutti. Ricardo de Moura Faria. 5ª Ed. São Paulo: Contexto. 1997.
 2. IV - História da América. Jaime Pinsky. São Paulo: Contexto, 2004.
CADERNOS DE ARQUEOLOGIA
1. NÚMERO 1. Cadernos de Arqueologia . Museu de Arqueologia e Artes Populares. Paranaguá. 1976.
2. NÚMERO 2. Cadernos de Arqueologia. Museu de Arqueologia e Artes Populares. Paranaguá. 1977.
REVISTA DE ANTROPOLOGIA
RAUTH. José Wilson. Número 2. Fundação Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá: Paranaguá, 1974.
COLEÇÃO HISTÓRIA DO PARANÁ (GRAFIPAR)
1. História do Paraná – 3º volume.
COLEÇÃO HISTÓRIA DO PARANÁ - textos introdutórios
1. MAGALHAES. Marion. Paraná: política e governo. Curitiba: SEED, 2001.
2. OLIVEIRA, Dennison. Urbanização e industrialização no Paraná. Curitiba: SEED, 2001.
3. SANTOS. Carlos Roberto Antune. Vida Material vida econômica. Curitiba: SEED, 2001.

COLEÇÃO FAROL DO SABER
1. CARNEIRO, David. O Paraná na Guerra do Paraguai.
2. CARNEIRO. David. O Paraná na história militar do Brasil.
3. MARTINS, Romário. Terra e Gente do Paraná.
4. MARTINS. Romário. História do Paraná.
5. NETTO, Silveira. Do Guairá aos saltos do Iguaçu.
6. STADEN. Hans. Meu cativeiro entre os selvagens do Brasil.
7. TAUNAY. Visconde de. Campos e Pinheirais.
8. COELHO. Salvador Correia. Passeio à minha terra.
9. MACEDO, F. R. Azevedo. Conquista pacífica de Guarapuava.
10. ROCHA NETO, Bento Munhoz. O Paraná, ensaios.
11. SANTOS, Carlos Roberto Antunes. História da alimentação no Paraná.
12. AVÉ-LALLEMANT, Robert. 1858, viagem pelo Paraná.
13. TRINDADE. Etelvina Maria de Castro. Clotildes ou Marias, mulheres de Curitiba na primeira república.
14. PEIXOTO. Demerval. Campanha do Contestado I raízes da rebeldia.
15. PEIXOTO, Demerval. Campanha do Contestado II O Cerco a e Retirada.
16. PEIXOTO, Demerval. Campanha do Contestado III a grande ofensiva.
17. PELLGRINI, Domingos. Questão de honra.
18. BUCHMANN, Elane Tomich. A trajetória do sol.
19. BISCAIA, Evaristo. Coisas da cidade.
20. RUBENS. Carlos. Andersen pai da pintura paranaense.
21. LEONARDOS. Stella. Curitiba memorada.
22. SAINT-HILAIRE. Viagem pela comarca de Curitiba
23. COSTA, Samuel Guimarães. A Erva-Mate.
24. Cabeza de Vaca comentário.
*
DISCOGRAFIA

CANANÉIA – Tradição Musical e Religiosa.
DOCUMENTO SONORO DO FOLCLORE BRASILEIRO – Manequinho da Viola / Nº 15. 1976.
FANDANGO DE CANANÉIA – Domingueira.
FANDANGO DO SUPERAGUI - Quebrando as tamancas.
FANDANGO DE SUPERAGUI.
FANDANGO DE SUPERAGUI – Vol. 2.
FANDANGO EM ROMARIA – Cananéia.
FANDANGO SOBE A SERRA II – Mestre Romão e Família Pereira.
GRUPO CAIÇARA DE CANEANEIA – Ajuntório.
GRUPO FOLCLÓRICO MESTRE ROMÃO.
GRUPO VIOLAS DE OURO.
MUSEU VIVO DO FANDANGO – Paraná e São Paulo (duplo).
PROJETO FANDANGO NA ESCOLA (integrante do livro).
ROMARIA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO – Cananéia.
Gralha Azul Folclore do Paraná. Folclore no Paraná (integrante do livro “Folclore no Paraná).
Cantos de Festa e de Fé – tradições musicais paranaenses.
CARRIGO – Vida Caiçara.
GRUPO MUNDARÉU – Embala Eu.
GRUPO MUNDARÉU – Cortejo Natalino.
GRUPO MUNDARÉU – Guarnicê.
ITAÉRCIO ROCHA – Chegadim.
As Músicas de Rabequeiros.
Banda da Polícia Militar do Paraná.
BETO BERTOLINI – Paisagens Sonoras do Planeta – Paraná.
Cacuriá de Dona Teté.
CIA. TI BI RI BÃO – A Cigarra e a formiga.
CORAL ASA BRANCA – Cantos de Amor a Nossa Senhora do Rocio.
Grupo Frutos do Pará.
Grupo Sarandeiros
GRUPO VIOLA DE COCHO – Primos e irmãos de São João dos Lázaros.
GUATA PORÃ – O canto sagrado Guarani.
HELINHO S’ANTANA – Akuan.
IRMÃOS VIEIRA – Folia de Reis.
M’BORA’I MARAE’I GUARANI - Cânticos eternos Guaranis.
Meditação
ROGÉRIO GULIN – Tempestade.
ROBERTO CORREA – Crisálida.
VIOLA QUEBRADA – Sertaneja.
VIOLA QUABRADA – Vila Fandangueira (duplo).
Viola e repentes – V Congresso Nacional de Violeiros.
Doc. SONORO DO FOLCLORE BRASILEIRO: Vol 3 – Segredos do Sul. Vol 4 – Famaliá sons do Urucuia. Vol. 5 – Caixeiras da Casa Fanti-Ashanti tocam e cantam para o Divino. Vol. 6 – Cristãos x Mouros nas danças dramáticas brasileiras.
*
VIDEOGRAFIA

1. AMARGOSO. Fundação Teatro Guaíra. Curitiba. 2006.
2. ANTONINA, MORRETES E PARANAGUÁ UNIDAS PELA HISTÓRIA. Direção de Guto Pasko e Maria Fernanda Cordeiro. 2005.
3. AS AVENTURAS DE UMA VIÚVA ALUCINADA. Grupo Mundaréu. Direção Mariana Zanete. 2008.
4. AS MUITAS FACES DE UM SÓ PARANÁ. Provopar. Curitiba. 2005.
5. BANANA UMA DAS MAIS CONHECIDAS FRUTAS DO MUNDO.
6. BENTO CEGO. Direção de Geraldo Pioli e Paulo Friebe. 2001.
7. GUARAQUEÇABA PATRIMONIO DA HUMANIDADE. Direção de Havita Rigamonti. 2008.
8. CAFUNDÓ. Direção de Paulo Betti e Clóvis Bueno. 2006.
9. CAIÇARA. Direção Geraldo Pioli. 2009.
10. DEMOCRACIA IN NATURA. Direção de Pedro Novaes.
11. GIGANTES DO IMAGINÁRIO. Direção de Geslline Braga, Alessandra Flores e Otávio Zucon. Curitiba. 2007.
12. GUARNICÊ UM SINGELA OPERETA POPULAR. Grupo Mundaréu. Curitiba. 2006.
13. HANS STADEN. Direção de Luiz Alberto Pereira. Rio de Janeiro. 1999.
14. QUANDO A ECOLOGIA CHEGOU. Direção de Pedro Novaes.
15. MATA ATLÂNTICA UM DESTINO TRAÇADO
16. MUSEU VIVO DO FANDANGO. Caburé. Rio de Janeiro. 2006.
17. ROMARIA DO ESPÍRITO SANTO A FÉ QUE MOVE A TRADIÇÃO. Mandicuéra Associação de Cultura Popular. Paranaguá. 2007.
18. SABERES CAIÇARAS. Cananéia.
19. SUPERAGUI Paraíso e Fandango. VOL. 1.
20. SUPERAGUI Paraíso e Fandango. VOL. 2.
21. TERRA DE TODAS AS GENTES. Provopar. Curitiba. 2005.
22. TERRA DO MAR. Direção de Eduardo Caron e Mirela Martinelli. São Paulo. 1997. 23. TOCADORES LITORAL SUL. Direção de Lia Marchi. Curitiba. 2003.
24. TOCADORES BRASIL CENTRAL. Direção de Lia Marchi. Curitiba. 2003.
25. TOCADORES Divino Folia, Festa, Tradição e Fé no litoral do Paraná. Direção Lia Marchi e Maurício Osaki. Curitiba. 2008.
26. O MISTÉRIO DA CASA AFUNDADA. Direção de Ciro Matoso. Paranaguá. 2008.
*
ATENÇÃO APENAS É PERMITIDA A CONSULTA INTERNA DO ACERVO
promoção
VISITE
PESQUISE
DIVULGUE

Um comentário:

  1. Boa noite, estou fazendo um trabalho de Antropologia, sobre: A Festa da Padroeira em Barra do Ararapira, e gostaria de saber se vocês teriam algum material para me fornecer, algum video, documentario? Sou Aluna do 5º Periodo da Universidade Federal Rural de Pernambuco.
    O meu email é: waleska_medeiros@hotmail.com
    por favor, entrem em contato comigo.

    Ass: Waleska Medeiros

    ResponderExcluir

POR FAVOR, ANTES DE COMENTAR LEIA ABAIXO A LÓGICA SIMPLES PARA COMENTÁRIOS... Obrigado por nos visitar, ler, comentar e divulgar - seu novo desafio é se propor a postar - entre em contato...