"Eu considero Guaraqueçaba um pequeno mundo dentro do mundo"
- Padre Mário Di Maria - (12/07/1974 - entrevista ao Jornal Diário do Paraná)

10 de outubro de 2017

Memorial do Fandango Caiçara “Mestre Janguinho”

        Um legado se constrói aos poucos... O legado de Mestre Janguinho, de mutirões, sapos, fintas, gambadas, intruidos, sempre acompanhado de sua viola, companheira inseparável, se reflete hoje em Guaraqueçaba nos dois grupos culturais (Fandanguará e Canutilho Temperado), efervescente que foi na década de 1990 quando o então Grupo Teatral “Pirão do Mesmo” encenava um espetáculo chamado “Fandango”, contagiando e trazendo a tona a necessidade do fortalecimento da identidade cultural caiçara.

Mestre Janguinho, Seu Chiquinho Inácio, Nhô Júlio, a Família Pereira e diversos outros fandangueiros iniciaram lá atrás esta valorização e, resultado, hoje o Fandango Caiçara é reconhecido e registrado como Patrimônio Imaterial do Brasil.

Não poderíamos jamais esquecer estes e outros tantos que nos precederam. Pensando nisso, em forma de respeito e agradecimento os jovens fandangueiros herdeiros desta tradição no ano de 2015, idealizamos, escrevemos e propusemos ao então Vereador Oromar Rodrigues, que gentilmente aceitou o pedido, transformando-o em Projeto de Lei, devidamente aprovado pelos vereadores e sancionado pela então gestora - Dia do Fandango Caiçara “Mestre Janguinho”.

Salvo alguns contratempos, a dúvida se era feriado ou não, aconteceram atividades culturais nas escolas e pela cidade e neste 2017, com total apoio da Gestão Municipal 2017-2020, mais um artigo da referida lei foi contemplado – o Memorial “Mestre Janguinho”, inaugurado na manhã desta segunda-feira (09/10/17).


Grupo Canutilho Temperado, Grupo Fandanguará, familiares do Mestre Janguinho, Prefeito e Secretário de Cultura no Memorial Mestre Janguinho 
 

        Nos resta agradecer aos familiares do Mestre Janguinho.
       Também à Gestão Municipal na figura dos Sec. Sérginho, também Luciane Teixeira, principalmente ao Prefeito Hayssan Colombes Zahoui pela receptividade e apoio e quiçá será um marco de sua administração o respeito e valorização à nossa história e cultura...
       Principalmente agradecemos aos jovens caiçaras/fandangueiros que dão exemplo idealizando, escrevendo e propondo, repito idealizando, escrevendo e propondo justa homenagem ao seu velho mestre... e que na figura e exemplo de Mestre Janguinho se evidencie o esforço de tantos outros nomes na luta pela cultura e identidade caiçara em Guaraqueçaba.

Parabéns ao povo caiçara... Viva Mestre Janguinho... Viva os mestres do Fandango Caiçara.

Para saber mais sobre Mestre Janguinho:
Para saber mais sobre a Lei 438/2015:
         Cópia da Lei nº. 438/15:
        Para saber mais sobre a homenagem aos mestres:
-------