"Eu considero Guaraqueçaba um pequeno mundo dentro do mundo"
- Padre Mário Di Maria - (12/07/1974 - entrevista ao Jornal Diário do Paraná)

11 de novembro de 2017

"Seu Pitaco" - Manoel Dário do Nascimento

        Sobrenome tradicional em Guaraqueçaba, os “Nascimento” deram grandes contribuições à historiografia paranaense, com a composição do Hino do Paraná pelo Major Domingos Nascimento (ver: http://informativo-nossopixirum.blogspot.com.br/2012/05/150-anos-de-domingos-nascimento-1862.html, também http://informativo-nossopixirum.blogspot.com.br/2009/05/domingos-nascimento-147-anos-de.html e https://www.youtube.com/watch?v=KKvnm8a0ZLw por exemplo; outro parente não muito distante, Eraldo Manoel do Nascimento é o criador do desenho da Bandeira Municipal de Guaraqueçaba, tendo ainda se destacado na vida política, assumindo a função de vereador e vice-prefeito municipal.
        Biografia ímpar na vida política, também na educação de Guaraqueçaba é a história de Seu Pitaco...


Manoel Dário do Nascimento era filho de Januário Luiz do Nascimento e Maria Eugênia da Costa do Nascimento, tendo nascido em Guaraqueçaba, no lugar Cerco Grande no dia 25 de outubro de 1913.
O apelido de “Pitaco” recebeu do avô Manoel Leandro da Costa, comerciante que fora o primeiro Vice-Prefeito de Guaraqueçaba, em 1880, pois quando menino, Manoel Dário frequentemente visitava o comércio do avô a espera de doces e guloseimas e, sempre de aguçada curiosidade, perguntava acerca de diversos assuntos que por ali ouvia e observava, dando sempre seus “pitacos” ou palpites.
Pitaco e a irmã Efigênia do Nascimento ficaram órfãos de mãe ainda cedo; o pai, contrai novo enlace matrimonial, do qual nasceram mais dois irmãos: Azuil Colombes e Ivanilde Colombes.
A infância pobre e sofrida na pesca artesanal e agricultura de subsistência é empecilho ao andamento dos estudos, interrompendo a possibilidade de sua conclusão, o que somente vai acontecer anos mais tarde.

Dona Kita e Seu Pitaco

Em 23 de setembro de 1939 Manoel Dário do Nascimento se casou com Maria Rosa dos Santos “Dona Kita”. Deste enlace nasceram os filhos: Eugênia Maria do Nascimento "Dona Geni", Euzélia Izete do Nascimento, Edson Nascimento, "Didi" (In Memoriam), Eraldo Manoel do Nascimento, Eurival Carlos do Nascimento "Euri" e Ênio Januário do Nascimento.

        O neto, cantor e compositor Thon Soá o homenageia com a música "Maria chamô Pitaco" Ver: https://www.youtube.com/watch?v=TlK04YKbvCE.

É somente após o casamento que Manoel Dário do Nascimento retorna aos estudos, concluindo pouco tempo depois.
Seu Pitaco (em destaque à direita)
durante a visita do Governador Emílio Gomes à Guaraqueçaba em 25/11/1973

A vida na educação inicia a partir de 15 de março de 1949, quando o prefeito de Guaraqueçaba Celso Roberto Xavier o nomeia como professor da Escola Municipal Isolada de Rio Poruquara Mirim (à época chamada de Garaponga), onde permanece por dois anos.
De lá é transferido para assumir a cadeira de magistério na Escola Municipal de Tibicanga, onde permaneceu por mais algum tempo até seu retorno à Guaraqueçaba, motivado principalmente por recorrentes problemas de saúde na família aliado a falta de recursos e distância da sede.
Exerce ainda a função no magistério na Escola Isolada de Poruquara, onde permaneceu ao longo de cinco anos, quando então retorna a Guaraqueçaba para assumir a Sub-Inspetoria Estadual de Educação, onde permaneceu até meados de 1970, quando pede então sua aposentadoria.

As filhas Eugênia e Euzélia ainda herdaram do pai a vocação para o magistério, exercendo a função na Escola Municipal Antônio Barbosa Pinto.

Na vida política, Manoel Dário do Nascimento seguiu os passos do avô Manoel Leandro da Costa, assumindo a presidência do PSD Partido Social Democrático, pelo qual foi eleito Vereador no ano de 1947, ficando ainda como Suplente em pleitos posteriores.

Ainda na vida pública respondeu pelo cargo de Delegado de Polícia, Juiz de Paz e Fiscal Tributário, além de eleito em 29 de junho de 1978 como Presidente da Colônia de Pescadores de Guaraqueçaba, a qual foi o responsável pela sua constituição legal, bem como pela construção da sua atual sede.

        Manoel Dário do Nascimento "Seu Pitaco" faleceu em Guaraqueçaba no dia 25 de setembro de 1998.



Pesquisa: Profº. Me. Zé Muniz.
Colaboração: Eugênia Maria do Nascimento Viana, Everaldo Nascimento Viana e Lislaine de Fátima Viana Vidal.
    *******
        Seu neto Thon Soá já teve postagem homenageando-o no Blog Nosso Pixirum http://informativo-nossopixirum.blogspot.com.br/2010/09/thon-soa-guaraquecabano-sim-senhor.html

Um comentário:

  1. Parabenizo e agradeço por essa matéria em homenagem ao meu Avô Pitaco, merecedor de todas que possam ser feitas!
    Família Nascimento se sente lisonjeada! Obrigado!
    Vida longa ao Nosso Pixirum!

    ResponderExcluir

POR FAVOR, ANTES DE COMENTAR LEIA ABAIXO A LÓGICA SIMPLES PARA COMENTÁRIOS... Obrigado por nos visitar, ler, comentar e divulgar - seu novo desafio é se propor a postar - entre em contato...